segunda-feira, 21 de janeiro de 2008

La solitudine

Hoje bateu uma saudade de manhã..
Uma tímida lágrima caiu, teimosa, pedi para não cair!

Eu queria tanto ter total domínio sobre mim!

Há coisas que não dominamos e a saudade é uma delas.
Rogo por calma, serenidade..

Sempre gostei de estar só, mas esta solidão..

Ontem a Laura foi a minha companhia, partilho o que ela me cantou ao ouvido:

4 comentários:

Bruno disse...

Como te compreendo. A saudade é uma coisa tão tramada..
A ti aconteceu hj de manha, a mim aconteceu ontem à noite.
Não tive uma companhia tão boa como tu, mas a Sheryl serviu-me na perfeição.. ;)

Enquanto as saudades n se matam... Eu estou aqui. xD

ERute disse...

Gosto tanto...

Ai a Laura.. gosto muito!!!

pipa disse...

olha, eu cá já tenho imensas saudades tuas:/

Ana disse...

A saudade... Sentimento tão nosso, tão "tuguês".. :) Quando elas teimam em pairar, não faz deixar cair uma lágrima. Pq guardá-la? :)

Um beijo e um abraço apertado, para aconchegar*