sexta-feira, 7 de dezembro de 2007

Entender-me

Ontem li uma coisa muito bonita:

"Fazer asneiras é o que nos torna pessoas..." Contudo esta afirmação não pode ser um incentivo à malvadeza: Bora lá fazer asneiras para crescer.

A asneira, ou melhor o erro por isso não garante o crescimento. o crescimento vem a posteriori, após a reflexão, após retirarmos a lição, após guardarmos o que é bom de guardar(abençoada Mafalda Veiga).

É preciso encontrar alegria nas coisas que não planeámos, daquelas e naquelas que não estavámos à espera! - E neste campo somos uns melhores que outros a fazê-lo.


Algumas vezes temos que seguir para o plano B!
E aproveitá-lo ao máximo...

Às vezes o que queremos é exactamente o que precisamos...

Mas outras vezes o que precisamos é um plano novo! Um novo rumo


Selecção (ajuda da Claúdia Branco)

2 comentários:

Ana disse...

Isto faz-me lembrar o episódio de ontem da Anatomia... Q acaba precisamente assim. :) :)

**

pipa disse...

andamos todos a ver o mesmo :)