sábado, 21 de novembro de 2009

Oiço Joni MItchel quando..

Esta velha cantora num timbre grave e rouco, consegue fazer me olhar para dentro.
A melancolia da melodia, o encadeado do poema... tudo me provoca introspecção.

Olhando para dentro e escutando-me tento convencer-me que está tudo bem, que nem estou nervoso, sem stress...

No fundo sei que tudo está prestes a dar uma grande volta.. que nada do que pensei, sonhei ou projectei vai ser assim.. será doutra forma mais Douta. Sei que é outra Sabedoria, não a minha, que vai abrindo caminhos para percorrer... de mim só depende: caminhar e escolher a melhor opção.

A melhor opção pode ser... aquilo que Ele quiser.

Entregando com confiança, agora sem stress e ouvindo os aplausos do final da actuação da Joni, sinto-me feliz.

Um comentário:

Kis disse...

E o muito que eu tenho ouvido esta mulher nas últimas semanas....