terça-feira, 15 de abril de 2008

Uma questão de potência ou de competência?

Hoje conversava com a minha preciosa amiga e reflectiamos no seguinte:

Todos nós nascemos com um 'potencial de gostar' dentro de nós!

Contudo este potencial, como tudo na vida precisa de ser desenvolvido, ou como a minha amiga dizia: precisa de ser trabalhado.

Por isso será então uma questão de potência ou de competência?




Diz que disse - Milé: "eles não sabem o que é gostar"

Um comentário:

Francisco disse...

Não se trata de uma questão de potência OU de competência,mas sim de potência E de competência. Se não tivermos um potêncial,por muito competentes que sejamos,não temos nada para desenvolver e cuidar,pois o potêncial não está lá.Por outro lado se tivermos o potêncial necessário mas não soubermos desenvolvê-lo,ele acaba por morrer à nascença. Logo potência + competência = Amar =P