quarta-feira, 25 de junho de 2008

Há matança!

Eu que julgava que cada vez que surgissem saudades haveria oportunidade para matá-las, dou por mim a carpir... não por ter feito a matança, aliás, justamente por não a ter feito.

Preciso de estar, de sentir... Não é um apelo ao físico, porque não existe uma construção eminentemente física, mas o aspecto físico também conta e não pode ser descurado. Somos também seres físicos...


2 comentários:

ERute disse...

Refere-se ao que estou a pensar???
Se sim,tive medo que acontecesse...e aconteceu.
Estou aqui para te ajudar a ultrapassar isso.

Beijos

Anônimo disse...

Olá amigo afinal a nossa conversa sempre foi mais real do que parecia, lembras-te o q me disses-te, na hora do nosso cafezito " Cala-te...isso não é assim..".Olha sempre tinha razão,mas não te preocupes porque certos comportamentos são normais, vais ver que com o tempo tudo passa e ultrapassa.

beijo