segunda-feira, 9 de junho de 2008

A vontade de dizer

Já não sou uma criança, sei o que digo e quando digo!

E quando digo: não quero! é porque não quero.
Quando digo que amo, é verdade e é isso que vivo.
Quando digo que há pessoas que não me merecem é pura sinceridade...
Quando digo: que ódio! é apenas uma pontinha de insatisfação com a vida ou com os outros.
Quando digo que, por vezes tenho vontade de chorar é pura fraqueza.

Já tinha seleccionado esta música mas não na voz desta menina que é um prodígio


Também tenho o direito de fraquejar de vez em quando! ou não?
Não sentes que choro?

P.S. As coisas com a Maria estão super bem, descansem os espíritos!!!
Para a minha querida (lol) um beijo! Sei que ao leres isto da 'querida' me vais oferecer porrada, mas desta vez bate-me com uma toalha molhada para não deixar marcas, tá?

2 comentários:

ERute disse...

"Quando os outros te fizerem sentir mal, não ligues. Percebe que ao saires, somente tu estás a perder. Estás para Ele e para ti, e o que importa és tu e Ele..."

Sabes o que digo, tal como eu sei o que disses...
Também sei que sabes o porquê de eu compreender na 1ªpessoa o que disses.

Mas sabes Joca, ainda há pessoas que te merecem - e são mais do que aquelas que não te merecem.

Sinto-te a chorar e choro contigo, para que as nossas lágrimas criem um rio de justiça, verdade e sinceridade.

Rezo!

pequenina disse...

gosto de ti pela tua pureza