sábado, 24 de maio de 2008

A profundidade

Sim, parece mentira...
Mas a profundidade vem de quem menos esperamos, sim! Vem de quem olhamos e pensamos que não nos pode ensinar nada...

Hoje o tema da catequese era o pecado; explicava eu que o pecado é tudo o que nos descentra, o que nós fazemos de mal a nós próprios, aos outros e a Deus.
Quando questionava uma menina da minha catequese sobre o que significava magoarmo-nos a nós próprios, ela disse-me: "é quando a gente se bate a nós! Quando damos estalos na cara à gente..."

No seu português rudimentar ela disse muito! Muitas vezes, por parvoice, teimosia, desconhecimento (entre outros) arrastamo-nos para uma sessão de auto-destruição.
e ainda.. Mostrou-me claramente como nos podemos ferir, flagelar, mutilar... sem que possamos dar conta disso.

Selecção Musical, minha, claro está!


Beijos grandes para tod@s

E especial para a Maria

2 comentários:

mary disse...

humm... gosto da oferta especial! =D

pequenina disse...

os meninos da catequese, parecendo que não, ensinam-nos imensas coisas! um abraço com saudades.