segunda-feira, 12 de maio de 2008

Verdade ou mentira Brandão?

Há coisas que não foram talhadas para nós, ou melhor, nós é que não fomos talhados para algumas coisas!
Efectivamente é uma verdade, nem todos nós estamos à altura de fazer tudo.
Eu não me sinto, de todo, arquitecto para que possa deliberar sobre arquitectura, não é a minha área!

Ontem o Brandão dizia que o casamento não é para todas as pessoas. Sabem eu até concordo!
Concordo na medida em que nem todos sabem viver relacionamentos! Com isto não estou a dizer que racionalizar tudo, mas a racionalidade acaba por ser necessária para se viver equilibradamente um relacionamento!

Há pessoas que centram-se tanto nelas próprias que não conseguem amar outro da mesma forma como se amam a si. Um amor egoista!
Outros há que descentram-se tanto de si, pensam amar tanto a outra pessoa que até se esquecem de se amar a si próprios, perdendo muitas vezes a personalidade, não se dignificando, vivendo unicamente em função de *****, em suma vivem autênticas obsessões!

Equílibrio também é necessário!



Diz que disse
Nice,
"Não tenho perfil..."

3 comentários:

Pin* disse...

disse e repito: o casamento não é para todos! e tudo passa pla forma como amamos.e tu explicaste isso mt bem. ora uma pessoa centrada em si, saberá viver uma vida a dois? o egoismo mata as relações. mata a amizade. *

Nice disse...

Vejo-me obrigada a referir que, a propósito do "diz que disse" o eu ñ ter perfil,em nada está relacionado com o tema.Para casar e formar família,gosto de pensar que tenho perfil,sim,não tenho é para outros assuntos.Esta necessidade de me justificar...porque será?porque é que temos necessidade de justificar opiniões e sentimentos?Já agora,também podias reflectir sobre isso:a necessidade de aprovação que muitas vezes sentimos.
Quanto ao tema em si, concordo convosco,realmente nem todos nascemos para casar e graças a Deus que assim é.Comentem-se muitos erros,magoam-se muitas pessoas em prol do tal amor...O casamento é uma vocação,um compromisso para a vida e nem todos fomos talhados para tal,mas todos estamos vocacionados para amar,isso sim.Que tal começar por aí e só depois aspirar a outros vôos?

Orquidea disse...

Eu concordo que o casamento seja um passo muito importante que se toma na vida.
Basta somente um homem, uma mulher e amor mutuo, esse amor com o tempo vai-se alimentando com a vivência entre o casal.
Tambem digo que nem toda a gente nasce para este sacramento porque a maioria das pessoas diz que vai casar para ser feliz,mas eu não concordo com isso .
Eu digo que uma pessoa casa para fazer feliz o outro pois só assim somos verdadeiramente felizes e completos.
Mas um amor verdadeiro só pode ser alimentado por Deus , porque a catequese do mundo é muito forte e muitas vezes a tentação está no meio, e se não se está apoiado numa palavra de Deus é dificil resistir. Mas o Amor é paciente , é serviçal, não é invejoso,não se orgulha ,ñ procura o seu interesse, ñ se irrita,ñ se alegra com a justiça, alegra-se com a verdade, tudo crê, tudo desculpa , tudo espera , suporta tudo , porque o AMOR ......É DEUS.

Até pareçe que sou casada....lol

E já agora vê lá se casas depressa para comer uns bolinhos de chocolate á pala....lol BJs